Frequências Abertas #32 – Star trek sem fronteiras, A pá de cal no universo Kelvin

Jaylah sentada na cadeira do Capitão despojadamente. Ela tem o rosto e cabelos bem brancos e manchas pretas no rosto formando linhas. Ela parece frustrada. No canto superior direito tem o símbolo do Frequências Abertas e na parte inferior da imagem um tarja onde se lê "Filmes" e o "#32" grande, seguido do nome do episódio.

E finalmente chegamos ao fim da nossa maratona de filmes! No programa de hoje juntamos Julia Morena, Daniel Cúrio, Aline Bergamo e Jardel Maximiliano para falar desse que foi o melhor filme da linha Kelvin e também um filme que ao mesmo tempo que foi decepcionante para alguns, foi também um sucesso de bilheteria. Aperte o play e vem curtir a melhor batida e gritaria que é a trilha sonora com Beastie Boys!

Pauta:  Daniel Cúrio
Edição: Diogo Lima
Capa: Julia Morena

O Frequências Abertas é um podcast diverso que tem mulheres e pessoas LGBT participando ativamente do programa e da produção. Por isso, quando for divulgar o Frequências Abertas nas redes sociais, sempre use a #MULHERESPODCASTERS, de iniciativa do programa PontoG, e também a #LGBTPODCASTERS, ajudando a promover a igualdade de gênero e diversidade dentro da podosfera.

Podcast originalmente publicado no É Pau É Pedra.

FREQUÊNCIAS ABERTAS
Site: www.frequenciasabertas.com.br
Twitter: @frequenciaspod
Instagram: @frequenciasabertas

Aline Bergamo
Instagram/Twitter: @alinebergamo

Daniel Cúrio
Instagram: @danielcurio
Twitter: @doncas_murro
Colônia Humana – tinyurl.com/y8pnbevb
Garota de destruição em massa – tinyurl.com/y7w6x2yb


Jardel Maximiliano
Twitter: @jardelstar
Instagram: @jardelmaximiliano

Julia Morena
Instagram: @juliamorena

1 thought on “Frequências Abertas #32 – Star trek sem fronteiras, A pá de cal no universo Kelvin”

  1. Olá.
    Sou Marcelo Araujo, tradutor, moro em São Carlo, SP
    Conheci o podcast há pouco tempo e estou curtindo muito. Uma pena a franquia chegar meio que no final, mas parece que foi confirmada a sequência.
    Uma observação sobre quando Scotty chama Jayla de ‘lassie’, é porque ele é escocês e é como os escoceses se referem a garotas.
    Um abraço a todos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *